Inicio / ENEM & Vestibular ENEM & Vestibular 9 de dezembro de 2020

Como estudar português para o Enem? Entenda mais sobre o assunto

Redação Estudo em Dia
Redação Estudo em Dia

Equipe apaixonada por educação, produzindo conteúdos focados em alunos que buscam uma melhor rotina de estudos e preparação para o vestibular!Publicado em . | Atualizado em 9 de dezembro de 2020.


A prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias pode ser muito difícil para vários estudantes, por isso é interessante saber como estudar português para o Enem. Afinal, para aprender também é necessário ter estratégias. A pessoa que tiver um bom domínio da linguagem e de interpretação de textos pode garantir um desempenho melhor em toda a prova.

Contudo, já podemos adiantar que a performance do candidato não depende apenas de uma boa leitura dos enunciados. Com certeza, isso ajuda, mas o estudante também precisa entender, de modo geral, sobre o conteúdo exigido no exame. Por isso, quanto antes você iniciar as leituras e os estudos, maiores serão as suas chances de atingir uma ótima nota no Enem.

Nesta leitura, veja dicas importantes de como estudar português para o Enem.

O que estudar?

Alguns tópicos são indispensáveis em algumas provas, sejam elas concurso público ou vestibular, por exemplo. Sendo assim, no Enem não é diferente, pois também existem conteúdos abordados com frequência no exame.

Por isso, consulte o edital para ver os itens da prova, e vale lembrar: dificilmente cairá algum tópico que não esteja descrito no manual do candidato. Veja a seguir alguns dos itens principais do Enem e como estudar.

Funções de linguagem

As funções de linguagem são: conativa, emotiva, metalinguística, fática, poética e referencial. Conhecê-las ajuda na interpretação global do texto, não só de português, mas de outras disciplinas. As funções de linguagem referem-se ao tom da locução, seja uma mensagem escrita ou oral.

Por isso, se tiver o entendimento do texto com as funções de linguagens, fica mais fácil de interpretar corretamente o conteúdo. Nesse sentido, treine muito a leitura de diferentes tipos de textos, autores e épocas das obras.

Variações linguísticas

As variações ou variantes linguísticas referem-se às diversidades existentes em um idioma, como termos usados em determinadas épocas que surgem e somem com o passar dos anos, ou mudam de acordo com as regiões do país.

Essas variações fazem uma contraposição aos padrões da língua e podem aparecer de diversas maneiras na prova. Para entender bem o seu uso no exame, busque os simulados dos últimos anos e resolva as questões para praticar.

Coesão textual

A coesão textual tem a ver com a construção do texto, com as palavras e com as frases. Esses componentes devem ter uma ligação entre si para criar harmonia e entendimento do conteúdo. Nesse sentido, entenda as diferenças entre coesão e coerência e domine as técnicas de coesão textual, como referência, substituição, elipse, conjunção e coesão lexical.

Inclusive, essa dica é valiosa para garantir um bom desempenho na sua redação. Afinal, é outra nota de peso no exame.

Ambiguidades

As ambiguidades ou figuras de linguagem são bastante comuns no Enem, principalmente nas questões de português. O estudante também precisa ter muito treino e conhecimento dessas técnicas, pois as frases podem ter duplos-sentidos.

Geralmente, elas aparecem em palavras com significados diferentes na mesma sentença, ou na estruturação das frases, na qual a ordem da palavra pode ter diversas interpretações.

Paráfrase e inferência textual

Outro ponto que está associado à interpretação de texto e exige bastante prática do estudante. Na paráfrase e na inferência textual os processos de leituras são diferentes; na primeira, tratar-se de uma reafirmação do conteúdo citado, mas com outras palavras sem perder o sentido.

Já na segunda, trata-se de concluir as informações citadas no trecho. Por isso, é importante conhecer as técnicas para criar as paráfrases e inferências textuais.

Vanguardas europeias

As vanguardas europeias pertencem às questões de artes, e essa disciplina faz parte das Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Os temas mais comuns abordados são: expressionismo, fauvismo, cubismo, futurismo, dadaísmo e surrealismo.

O estudante precisa dominar os conceitos das obras artísticas para assim ter uma nota satisfatória no exame. Nesse sentido, a interpretação conta bastante, pois há a necessidade de relacionar as obras com o contexto histórico da época, sem esquecer os pontos sociais e econômicos envolvidos. 

Como estudar português para o Enem?

Agora você já sabe quais são os tópicos mais frequentes do exame, então é hora de aprender a se organizar para garantir a produtividade durante os estudos e na hora da prova.

Foque nos enunciados

Geralmente, os enunciados são extensos e precisar reler com frequência cada um deles pode comprometer o seu tempo de prova. Então, durante a leitura, sublinhe os itens importantes para ficar mais fácil de analisar as questões.

Encontre o conteúdo da questão

Como citamos, não dá para se garantir apenas com a interpretação dos textos. Além disso, uma pegadinha comum no Enem é ter o conteúdo teórico no meio do enunciado. Por isso, tenha muita atenção para identificá-lo logo na primeira leitura.

Elimine as respostas improváveis

A técnica de eliminação pode ser uma opção, pois geralmente cada questão tem uma resposta improvável para o conteúdo, como algo absurdo. Então, identifique essa resposta e concentre-se no que tem relação com o enunciado. O ideal é você ter no máximo duas questões prováveis.

Além disso, se errar assinalando a “alternativa absurda”, a sua nota pode ser comprometida, devido ao método de cálculo da nota do Enem, o TRI.

Estude com antecedência

Talvez você esteja cansado de ouvir essa dica, mas ela é importante. A prova demanda bastante preparo, há inúmeras questões e diversos conteúdos para estudar. Então é indispensável começar os estudos o quanto antes, para assim se instruir de todos os temas necessários.

Revise o conteúdo

Não esqueça de sempre fazer as revisões dos conteúdos, seja por meio de anotações em posts, mapas mentais ou cadernos com resumos. É fundamental manter a matéria na cabeça para evitar dúvidas ou confusões no exame. Além disso, capriche nos simulados, pois eles ajudam na fixação do conteúdo e contribuem com o preparo para a prova.

Por fim, estudar português para o Enem demanda bastante dedicação. Por isso, crie uma rotina de estudos, respeite os momentos de lazer e descanso e se apoie em bons materiais. Ao seguir essas dicas, com certeza a sua performance na prova, de modo geral, será satisfatória.

Quer saber mais sobre como se preparar para o Enem ou vestibular? Assine a newsletter e receba mais conteúdos sobre o tema.

Call To Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe uma resposta

Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se já e não perca nenhuma dica!