Inicio / ENEM & Vestibular ENEM & Vestibular 28 de dezembro de 2020

Confira aqui os 5 livros que todo vestibulando deve ler!

Maria Carolina Araujo
Maria Carolina Araujo

Formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em Letras e professora da disciplina.Publicado em . | Atualizado em 28 de dezembro de 2020.


E aí, vestibulando! Vamos começar fazendo uma pergunta para você: qual foi o último livro que você leu? Para alguns, essa pergunta vai ser fácil de ser respondida, né? Contudo, para outros, tenho certeza de que vão ter que buscar na memória, já que não possuem o hábito de ler muitos livros!

A verdade é que o hábito de leitura é algo fundamental para qualquer pessoa em qualquer etapa da vida, sendo uma das principais formas de enriquecimento de vocabulário, desenvolvimento da escrita, estimula o pensamento crítico e ainda é uma oportunidade de mergulhar em narrativas marcantes para a história do Brasil – e que continuam sendo atuais. Entretanto, a leitura torna-se ainda mais importante no momento de preparação para o vestibular e existem livros que todo vestibulando deve ler.

Existem alguns vestibulares que cobram a leitura de algumas obras literárias específicas para provas de literatura, porém uma coisa é certa: em todos os vestibulares, aparecem questões relacionadas a alguns autores e suas obras. Além disso, utilizar a literatura como referência em sua redação também é um ponto a seu favor, sabia? Por isso, na hora de organizar o seu plano de estudos, é válido separar um tempinho para a leitura de alguns livros importantes da literatura brasileira.

Para te ajudar, trouxemos uma lista com 5 livros que todo vestibulando deve ler. Vamos lá?

1 – Machado de Assis – Dom Casmurro

Uma das obras mais famosas da literatura brasileira não poderia faltar nesta lista, né? Poderia citar outros livros do autor, alguns contos, mas essa obra é um importante primeiro passo para você conhecer sobre o movimento do realismo e as características da escrita de Machado.

Dom Casmurro narra a história de Bentinho e Capitu, um amor que começou na adolescência, mas que precisou ser interrompido, pois a mãe do menino prometeu mandá-lo para um seminário. Lá, ele conhece Escobar, e viram amigos, mas, pouco depois, os dois acabam desistindo da vocação.

Finalmente, Bentinho e Capitu conseguem ficar juntos e acabam se casando. Escobar se casa com uma amiga de Capitu, Sacha. Contudo, após alguns acontecimentos, inclusive a morte de seu amigo, Bentinho começa a desconfiar da fidelidade de sua esposa e de um possível relacionamento entre ela e seu amigo, Escobar.

Embora Bentinho acredite ter muitos motivos para desconfiar, o livro não confirma se Capitu o traiu ou não, fazendo com que essa discussão esteja presente até os dias atuais.

2 – Aluísio de Azevedo – O Cortiço

O maior nome do naturalismo no Brasil é Aluísio de Azevedo, e muito se deve a essa obra. A narrativa se passa em um cortiço e busca retratar a realidade das pessoas mais simples que vivem nessas localidades, buscando provar a tese de que o meio influencia o indivíduo, com personagens bastante caricatos como Jerônimo, Rita Baiana e Pombinha. 

Para além disso, o autor utiliza o romance para abordar não só problemáticas gerais da sociedade da época, como a desigualdade social, a pobreza e a corrupção, mas também discutir vários comportamentos das pessoas, como adultério, ambição, alcoolismo e até mesmo prostituição.

3 – Graciliano Ramos – Vidas Secas

Um dos maiores nomes do modernismo, Graciliano Ramos, retrata a vida de uma família de retirantes que precisa fugir da miséria e da seca para sobreviver. Na narrativa, conhecemos Fabiano, Sinhá Vitória, seus dois filhos, cujos nomes não são mencionados em nenhum momento na história, e a cachorra Baleia.

Em meio a diversos momentos de sofrimento, a família vive pequenos instantes de felicidade, por exemplo, quando o inverno chega e chove. A esperança permanece em todos os personagens, que estão em busca de melhores condições, mas a obra traça uma crítica social muito clara ao retratar as dificuldades encontradas pelos retirantes. Ao final, percebemos que é extremamente difícil que eles consigam sair dessa realidade.

4 – Clarice Lispector – A hora da estrela

Em seu último livro lançado, Clarice Lispector, que possui muitas outras obras e contos importantes, criou um romance intimista e psicológico que se tornou uma das suas maiores narrativas. A principal denúncia da obra é em relação à invisibilidade dos imigrantes no Brasil.

Em “A hora da estrela”, conhecemos a história de Macabéa, narrada por Rodrigo S.M.. A personagem principal é uma nordestina órfã que decide tentar a vida no Rio de Janeiro. Entretanto, é uma moça simples, sozinha e ignorante. Ao longo da história, percebemos que ela é uma pessoa que tem pouco impacto na sociedade, que fica feliz com pouco e apenas “existe”.

5 – José de Alencar – Iracema

Para fechar, vamos voltar um pouco no tempo e ler sobre o nosso processo de identidade cultural enquanto Brasil? É sobre a união de valores e costumes indígenas com a civilização europeia que esse romance indianista trata. José de Alencar nos apresenta o relacionamento entre a índia Iracema e o português Martim como forma de remontar o nascimento do povo brasileiro.

Embora pareça um bonito retrato da nossa formação enquanto nação, a obra apresenta nuances problemáticas dessa relação, como Iracema sendo bastante submissa, o que representa a cultura indígena como submissa à cultura europeia. Além disso, do relacionamento dos dois, nasce Moacir, cujo nome significa “filho do sofrimento”, mais um sinal de que o Brasil é fruto de uma relação desigual.

E aí, gostou? Aqui mostramos alguns dos livros que todo vestibulando deve ler, qual deles vai ser o próximo da sua lista? Só não se esqueça de que existem muitos outros livros importantes na literatura brasileira, por isso, para além de leituras soltas, é fundamental que você acompanhe o edital dos vestibulares para saber as leituras obrigatórias de cada prova, tudo bem?

Boa leitura!

Call To Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe uma resposta

Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se já e não perca nenhuma dica!