Inicio / Escolha Profissional Escolha Profissional 16 de outubro de 2020

Conheça as 5 principais áreas de atuação na Engenharia Civil

Debora Matos
Debora Matos

Graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal de São João del-Rei.Publicado em . | Atualizado em 18 de novembro de 2020.


Está pensando em atuar na Engenharia Civil, mas tem dúvidas sobre passar sua vida envolvido em cálculos complexos e acompanhando a construção de prédios? Então, eu tenho uma boa notícia para você: as possibilidades de atuação na Engenharia Civil são inúmeras e vão muito além de prédios e cálculos – que, em sua maioria, são auxiliados por softwares.

Quer entender melhor sobre as principais áreas de atuação na Engenharia Civil? Acompanha até o final!

1- Cálculo Estrutural

Primeiramente, pode respirar aliviado: você não vai precisar passar seu dia fazendo cálculos complexos na área de Cálculo Estrutural (por mais que o nome nos faça realmente pensar assim). Com a evolução da tecnologia, muitos softwares foram criados e aprimorados para que isso não seja mais necessário.

O calculista estrutural precisará, na verdade, escolher o melhor tipo de estrutura para o empreendimento, interpretar os resultados fornecidos pelos softwares e analisar se fazem sentido para a realidade. Esse é um trabalho fundamental, já que esses programas tendem a superdimensionar os valores necessários e, consequentemente, aumentar o custo da obra.

O Engenheiro Civil que segue esse ramo trabalha, geralmente, em escritório, buscando encontrar a melhor solução estrutural, tanto no aspecto de segurança da construção quanto no econômico.

2- Construção Civil

Uma das áreas mais clássicas de atuação na Engenharia Civil. Nesse campo, o profissional é responsável por acompanhar todos os processos que envolvem a construção da obra: desde o reconhecimento topográfico do terreno para a execução da fundação até a inspeção do acabamento final.

Para isso, o engenheiro passa boa parte do seu tempo no canteiro de obras, controlando a qualidade dos processos e instruindo os colaboradores. Esse é um trabalho essencial, já que, muitas vezes, mesmo com projetos e cálculos de boa qualidade, a obra não sai de acordo com o esperado devido à falta de um profissional responsável pelo gerenciamento e transposição das informações dos projetos para o canteiro.

É importante destacar que esse profissional precisa se preocupar também com a escolha e utilização dos materiais, mas fique atento, porque não é tão simples quanto parece! Para fazer essa escolha, o engenheiro pensa nas características dos elementos que o compõem, nas formas adequadas de uso, nas novidades do mercado e, claro, no impacto ambiental gerado por cada escolha.

3- Estradas e Transportes

O próprio nome já diz: o profissional será responsável pelo planejamento, implantação e conservação de estradas e transportes – setor fundamental para o potencial de crescimento do país. Essa área vai muito além das rodovias: inclui aeroportos, ferrovias, pontes e portos, por exemplo.

Você já observou alguma estrada que tinha acabado de ser construída ou reformada e já apresentava problemas? Esse é um fenômeno recorrente e mostra a necessidade de estudos e planejamento no setor de estradas e transportes. Essa preparação vai muito além da qualidade dos materiais utilizados: o profissional é responsável por toda logística de tráfego, além disso, deve se preocupar com os impactos sociais e ambientais causados pelo empreendimento.

Agora, pé na estrada para a próxima área!

4- Geotecnia

Você já ouviu falar da Torre de Pisa? Esse monumento é famoso por ter se inclinado ao longo do tempo, um dos motivos foi o solo do local, que apresenta pouca resistência. Contudo, esse não é um caso isolado: construções que viraram ruínas devido à insuficiência de estudos que envolvessem o solo e/ou as rochas eram e – infelizmente – ainda são comuns, mostrando, assim, a necessidade da Geotecnia.

O engenheiro civil dessa área atuará em empreendimentos que envolvam um conhecimento mais profundo dos solos, como em escavações, contenções, barragens e fundações. Para isso, o profissional utiliza muito seus conhecimentos sobre mecânica dos solos. Além disso, ele também pode se direcionar para o aspecto ambiental, como o gerenciamento do lixo (com aterros sanitários, por exemplo), atuando em solos contaminados ou prevenindo desastres com movimentação de terra.

A Geotecnia é conhecida como uma das áreas que exige maior capacitação na Engenharia Civil, já que o solo e as rochas são materiais heterogêneos e, consequentemente, complexos de se prever.

5- Hidráulica e Saneamento

Essas duas áreas serão apresentadas juntas devido a um grande motivo que as une: a mecânica dos fluidos, o ramo da mecânica que estuda o comportamento dos fluidos e suas propriedades. Todavia, o que seriam os fluidos? Pergunta interessante para uma das matérias específicas do Curso de Engenharia Civil que aborda essa temática. Darei um spoiler do principal exemplo de fluido para você (se quiser aguardar até a faculdade, recomendo pular para o próximo parágrafo): a água!

Portanto, o engenheiro que atua em projetos explora, principalmente, o uso da água. Ele pode atuar em obras de abastecimento e tratamento de água, coleta e tratamento de esgotos, drenagem, irrigação, reservatórios, barragens, canais, ou seja, segmentos diretamente ligados à saúde pública e ao meio ambiente, aspectos esses que fazem muita falta para a população brasileira. Por isso, o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), de 2014, estabeleceu metas de curto, médio e longo prazo para o setor, o que inclui a universalização dos serviços de água, esgoto e lixo até o ano de 2033 (baita oportunidade, hein?).

Ufa! São muitas possibilidades de atuação na Engenharia Civil, né? Em todas, o profissional também tem a possibilidade de se dedicar à pesquisa, com o objetivo de encontrar novas soluções para o mercado.

É importante destacar que o Engenheiro Civil também pode atuar em diferentes áreas simultaneamente. Por exemplo, o empreendedor que abrir seu próprio negócio pode ser responsável pela criação de projetos e gerenciamento da execução (essa realidade se aplica ainda mais no caso de pequenos negócios). Mesmo que você seja contratado por uma grande empresa, pode viver essa realidade em algum momento.

Além disso, o que muitos não sabem é que a Engenharia Civil também te permite ocupar cargos administrativos. Isso mesmo! Se você pesquisar cargos administrativos das principais empresas no país, irá verificar que grande parte delas aceita graduação na área de Engenharia, já que o curso te prepara também para ser gestor.

E aí, conseguiu se imaginar em alguma dessas áreas de atuação na Engenharia Civil?

Call To Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe uma resposta

Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se já e não perca nenhuma dica!