Inicio / Além da escola Além da escola 19 de janeiro de 2022

Diversidade religiosa: o que é e qual sua importância?

Redação Estudo em Dia
Redação Estudo em Dia

Equipe apaixonada por educação, produzindo conteúdos focados em alunos que buscam uma melhor rotina de estudos e preparação para o vestibular!Publicado em . | Atualizado em 18 de janeiro de 2022.


Você já parou para pensar sobre diversidade religiosa, conhece esse termo? Compreende a sua importância para a sociedade? Se a resposta for negativa, tudo bem, escrevemos esse artigo para te ajudar a entender melhor sobre o assunto.

O respeito à diversidade religiosa, seja no Brasil, ou em qualquer outro país, é fundamental para não dar espaço à intolerância religiosa.

Qualquer indivíduo tem o direito de escolher a sua religião, sua crença religiosa e sua fé. E não só merece, como deve ser respeitado por isso. O direito de livre escolha quanto a orientação religiosa, mais do que um direito constitucional, é um direito garantido em diversas religiões.  

“Não há imposição quanto a religião” Alcorão Sagrado 2:256

Se você quer aprender mais sobre esse tema, continue a leitura.

O que é diversidade religiosa?

Diversidade religiosa significa que múltiplas crenças ocupam um mesmo território, convivendo em harmonia e com igual liberdade de expressão. No Brasil, essa diversidade de credos e religiões marcou a construção de nossa cultura ― inclusive, o sincretismo religioso (quando religiões diferentes cruzam seus dogmas, divindades e rituais) faz parte da nossa riqueza cultural. A coexistência religiosa é vital para a diversidade.

Falar sobre diversidade religiosa é refletir sobre direitos humanos. Além disso, este é um tema frequente em vestibulares e já foi tema da redação no ENEM, portanto, não perca a oportunidade de aprender e respeitar as diferentes religiões existentes no Brasil e no mundo.

Intolerância religiosa

A intolerância religiosa se caracteriza quando uma pessoa ou instituição não aceita a religião, ou crença de outro indivíduo, ou de um país.

Tal atitude se manifesta desde as críticas em âmbito privado, às piadas, agressões verbais e físicas, ataques aos locais de culto e até ao assassinato.

No caso do Estado, a intolerância religiosa pode ser manifestar em leis que criminalizem as práticas de uma religião ou a proibição da mesma. A intolerância religiosa pode levar o indivíduo cometer atos criminosos que podem ofender aos praticantes de uma religião. Isso seria um caso de discriminação religiosa.

No Brasil, a discriminação religiosa é crime previsto na Lei n.º 7.716, de 5 de janeiro de 1989, alterada pela Lei n.º 9.459, de 15 de maio de 1997.

A chave para combater a intolerância religiosa é o conhecimento e o respeito. Afinal, mesmo que uma pessoa ou um Estado não concorde com a sua religião é preciso aprender a conviver com as diferenças.

Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

21 de janeiro é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, você sabia?
Uma data extremamente importante, que alerta para a importância do combate à discriminação e o preconceito religioso. Tal data promove o respeito a todas as crenças e não crenças. A escolha do dia 21 de janeiro foi uma homenagem à Iyalorixá Mãe Gilda, que morreu no mesmo dia, em 1999, por conta de um infarto fulminante após ataques físicos e simbólicos contra o terreiro Ilê Axé Abassá de Ogum, em Salvador.

O direito à liberdade de religião é garantido pela Constituição, que determina que todos tenham direito a realizar seus cultos e, os locais e liturgias considerados sagrados sejam protegidos. As religiões de matriz africana são as que mais sofrem com a intolerância e o racismo, segundo um estudo realizado pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), revelou que 71% das vítimas que sofrem ataques e violências religiosas são Umbandistas e Candomblecistas. Por isso, a diversidade e liberdade religiosa é uma causa de todos. A violência e preconceito devem ser combatidos sempre, para isso, nada melhor do que investir na educação.

E você, o que pensa sobre isso? Compartilha sua opinião conosco e envia esse artigo para quem precisa aprender a importância de conviver e respeitar as diferenças religiosas e culturais na sociedade.

Call To Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe uma resposta

Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se já e não perca nenhuma dica!