Inicio / Escolha Profissional Escolha Profissional 15 de dezembro de 2020

Tipos de graduação: o que você precisa saber sobre eles

Redação Estudo em Dia
Redação Estudo em Dia

Equipe apaixonada por educação, produzindo conteúdos focados em alunos que buscam uma melhor rotina de estudos e preparação para o vestibular!Publicado em . | Atualizado em 15 de dezembro de 2020.


A maioria dos estudantes, em algum momento, já parou para pensar sobre como vai ser o futuro depois de concluir o ensino médio, afinal, esse é um momento importante e decisivo na vida de qualquer pessoa. Muitos jovens se perguntam sobre qual o melhor caminho a seguir, que tipos de graduação existem, o que levar em consideração para escolher um curso. As incertezas são muitas, é verdade, mas nada como uma boa pesquisa para sanar suas dúvidas.

De acordo com o Censo da Educação Superior de 2019, publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), há 2.608 instituições de ensino superior no Brasil e foram ofertados 40.427 cursos de graduação. Diante de um número tão significativo, conhecer as modalidades existentes é o primeiro passo para fazer sua melhor escolha.

Neste artigo, vamos trazer para você informações importantes sobre os tipos de graduação e explicar as principais diferenças entre o bacharelado, a licenciatura e o tecnólogo. Sendo assim, continue a leitura.

Quais são os tipos de graduação?

Como escolher a profissão é uma das questões mais relevantes na vida de um estudante que está concluindo o ensino médio. E não existe nada mais natural do que ter receio de escolher o curso que te preparará para o futuro. É provável que você já saiba, mas antes de falarmos sobre os tipos de graduação, é importante deixar claro o seguinte: graduação é o curso que se faz após o ensino médio e que prepara para o mercado de trabalho. Os cursos são ministrados em universidades, faculdades ou instituições especializadas.

Pois bem, com esse ponto esclarecido, vamos para o que interessa. Uma dúvida muito comum entre os estudantes do ensino médio é sobre qual tipo de curso é o melhor para se ter uma carreira promissora. Na verdade, a resposta para essa questão vai depender de você, do que deseja para seu futuro, das suas habilidades, dos seus gostos e dos seus interesses. Outra dúvida frequente é sobre a diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo. Cada tipo possui aspectos distintos que devem ser levados em consideração.

Curso de bacharelado

Os cursos de bacharelado são os mais comuns, os mais tradicionais e também mais conhecidos. São graduações mais amplas que formam os futuros profissionais para atuarem no mercado de trabalho de forma mais abrangente. Quando o aluno finaliza o curso, ele recebe o grau de bacharel. O formato desse tipo de graduação tem duração média de três a seis anos.

Curso de licenciatura

A licenciatura é basicamente o curso superior específico para quem pretende dar aulas. É importante lembrar que não existem licenciaturas para todas as áreas. Isso acontece justamente porque os cursos de licenciatura preparam os alunos para atuarem como professores da educação básica, ensino fundamental e ensino médio. Essa modalidade costuma ter duração entre quatro e cinco anos.

ABI

Se você está se perguntando o que significa essa sigla, vamos explicar agora. A Área Básica de Ingresso (ABI) é essencialmente um ciclo básico do curso que o aluno faz e depois decide se vai para a licenciatura ou para o bacharelado. Vale a pena entender a ABI, principalmente se você optar por participar do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). A ABI é muito comum em cursos como Letras, por exemplo. Você inicia o curso básico e, durante a graduação, pode optar por letras licenciatura ou bacharelado.

Curso tecnólogo

Os cursos tecnólogos ou cursos superiores de tecnologia se concentram em fornecer soluções para as necessidades e demandas sociais relacionadas à produção, à distribuição e ao uso de bens e serviços. A formação tecnológica na graduação apresenta um viés um pouco parecido com o curso técnico do ensino médio, mas é uma formação superior que é feita em um período mais curto, entre dois e três anos, se comparada aos cursos de modalidade de bacharelado ou de licenciatura.

Qual tipo de graduação é o mais indicado?

Com as informações passadas até aqui, você já consegue ter uma ideia das diferenças básicas entre as modalidades de graduação. E, a partir dessas particularidades, pode começar a analisar qual delas combina mais com seus interesses e objetivos, qual atende às suas necessidades e possibilidades como: investimento financeiro, tempo de curso e metas de curto e longo prazo. Vale ressaltar que todas garantem o diploma de ensino superior.

E se você ainda continua com a indecisão de qual tipo é o mais indicado, um teste vocacional pode ser de grande ajuda. Não existe uma receita pronta ou uma fórmula mágica, mas o teste ajudará você a se conhecer melhor e poderá mostrar o caminho para conhecer um pouco de cada profissão e auxiliar a decidir sobre qual tipo de graduação combina mais com a sua personalidade.

O que vale a pena levar em consideração?

Todos nós sabemos que ter um diploma de curso superior é um diferencial, tanto no campo profissional quanto pessoal. Ao optar por uma carreira profissional, você estará tomando uma das decisões mais importantes da vida. Além disso, com a competitividade do mercado de trabalho, a graduação é um requisito indispensável. E é exatamente por isso que ter a certeza de seus objetivos é tão importante.

Cada graduação apresentará os prós e os contras que você só terá condições de decidir com segurança se tiver bastante clareza do que quer. É por essa razão que desenvolver o seu autoconhecimento é tão importante. Entretanto, conhecer algumas particularidades de cada tipo de curso o ajudará a percorrer o caminho até a decisão com mais confiança. Vamos lá!

Bacharelado

Vantagens: formação mais ampla, maior base teórica, credibilidade no mercado, conhecimento diversificado sobre vários assuntos, variedade de disciplinas e conhecimento abrangente.

Desvantagens: conhecimento pouco aprofundado, mais generalista, necessidade de pós-graduação para aprofundar os conhecimentos e se destacar no mercado de trabalho.

Licenciatura

Vantagens: formação mais ampla com desenvolvimento específico da área escolhida, confiabilidade do mercado de trabalho, permite que o profissional dê aulas na educação básica e nos ensinos fundamental e médio.

Desvantagens: salários menos atrativos, tempo de duração mais longo, necessidade de o profissional buscar complementação e atualização.

Tecnólogo

Vantagens: tempo de curso menor, disciplinas específicas focadas na demanda do mercado, chance de ingresso rápido no mercado de trabalho.

Desvantagens: salários menos atrativos, aprofundamento limitado, áreas de atuação restritas.

Quais são as outras diferenças entre os tipos de graduação?

Você já conhece os três tipos de graduação oferecidos no Brasil, mas ainda pode querer saber mais sobre as principais diferenças entre eles. Diante disso, logo abaixo você pode conferir outras informações relacionadas às modalidades que mais se diferem.

Diploma

Ao final de cada modalidade, são conferidos os seguintes diplomas:

  • bacharelado: diploma de bacharel;
  • licenciatura: diploma de licenciado (ou seja, apto a dar aulas);
  • tecnólogo: diploma de tecnólogo.

Vale ressaltar que todos os três são reconhecidos e contêm a mesma validade e a mesma credibilidade no mercado. Tudo isso independentemente da modalidade de ensino escolhida, seja presencial, a distância ou semipresencial.

Duração do curso

Por ter a duração de dois a três anos, a graduação tecnológica é ideal para quem deseja obter uma formação mais rápida e com abordagem voltada ao campo de atuação definido. Isso permite uma inserção mais rápida no mercado de trabalho.

Já as formações de bacharelado e licenciatura apresentam um tempo de conclusão maior. Entretanto, o aluno obtém vastos conhecimentos, que viabilizam a atuação em campos bastante diversos.

Quais as possibilidades de atuação de cada graduação?

Escolher a graduação ideal é muito importante, pois isso direciona o caminho a ser percorrido e o futuro da sua carreira. Os cursos de bacharelado e licenciatura, por exemplo, oferecem opções de atuação mais diversificadas no mercado de trabalho. Já o tecnólogo torna o futuro profissional apto para atuar em uma área bem específica. Diante disso, vamos entender melhor as áreas de atuação de cada tipo.

Bacharelado

Os cursos de bacharelado preparam o aluno para exercer as profissões mais tradicionais do mundo do trabalho. Quem pretende atuar como médico, advogado, fisioterapeuta ou arquiteto, por exemplo, precisa do diploma de bacharel, pois é obrigatório para exercer a profissão. Listamos mais algumas profissões que exigem o diploma de bacharel. Veja!

Administração

A graduação em administração oferece aos estudantes as ferramentas para se desenvolverem com autonomia e atuarem como líderes empreendedores em uma economia globalizada e complexa. O aluno aprende competências que permitem ao profissional atuar com autonomia e resiliência em um mercado de trabalho em constante transformação.

Agronomia

O curso de agronomia capacita o futuro profissional para atuar no desenvolvimento de atividades agrícolas e agropecuárias com qualidade e alta produtividade. O aluno desenvolverá habilidades que visam à gestão de mão de obra, de recursos naturais, além de dominar ferramentas tecnológicas para auxiliar em plantações e criações.

Contabilidade

É um curso para quem tem afinidade com exatas. O estudante tem acesso a conteúdos como empreendedorismo, matemática financeira, legislação empresarial. Também aprende sobre métodos e técnicas de pesquisa, contabilidade empresarial, direito tributário, mercado financeiro, contabilidade avançada, análise de demonstrações financeiras, entre outros.

Arquitetura e urbanismo

A grade curricular do curso de arquitetura e urbanismo é bastante abrangente. O aluno vai aprender disciplinas de ciências humanas e exatas. O curso contém aulas de antropologia, fundamentos estáticos, matemática e história da arquitetura. Existem também as disciplinas práticas, como desenho arquitetônico, construção de edifícios e conteúdos sobre sistemas estruturais, projetos de custo e conforto ambiental.

Enfermagem

As disciplinas da graduação de enfermagem fazem parte da área de ciências biológicas. O aluno estuda disciplinas relacionadas às áreas de anatomia, microbiologia, farmacologia, administração de medicamentos, entre outros. O campo de atuação pode ser em hospitais ou clínicas particulares, por exemplo.

Engenharia civil

O curso prepara o aluno para projetar, gerenciar e executar obras como casas, prédios, pontes, viadutos, estradas e barragens. O engenheiro civil acompanha as etapas de uma construção ou reforma, analisa as condições do solo e estuda a definição dos tipos de fundação e os acabamentos.

Engenharia de produção

Quem se forma em engenharia de produção se torna apto para unir vários conhecimentos, entre eles estão os de matemática, física, gerenciamento de recursos e projetos, recursos humanos, pesquisa, finanças, gestão, tecnologia, otimização, desenvolvimento de produtos, entre outros.

Psicologia

A graduação prepara o aluno para se tornar um profissional que busca compreender os sentimentos das pessoas. O estudante de psicologia se prepara para orientar as pessoas para que possam tomar decisões saudáveis e transformar aspectos de suas vidas que precisam ser melhorados.

Odontologia

O bacharelado em odontologia oferece ao aluno uma estrutura curricular composta de disciplinas de anatomia, implantodontia, estética dental, endodontia clínica, entre outras. A graduação é composta de muitas atividades práticas em laboratório para complementar as aulas teóricas. 

Medicina veterinária

O currículo do curso de veterinária é composto por disciplinas que formam o profissional para atendimento e tratamento das doenças dos animais. Os futuros profissionais estudam vários conteúdos, como: anatomia dos animais, doenças infecciosas de animais domésticos, farmacologia, entre outros.

Licenciatura

Como já falamos, a licenciatura é uma modalidade de graduação que capacita o futuro profissional para dar aulas na educação básica, no ensino fundamental e no ensino médio. Quem opta por fazer o curso de ciências biológicas, por exemplo, se capacita para dar aulas de biologia. A seguir, você confere mais alguns cursos de licenciatura.

Letras

A graduação em letras é voltada para o estudo de uma língua, seja português, inglês, espanhol, e também de sua respectiva literatura. Os futuros profissionais podem escolher entre bacharelado e licenciatura. Além disso, podem decidir se querem estudar a língua portuguesa mais uma língua estrangeira, como inglês ou espanhol.

 Matemática

A licenciatura em matemática prepara os futuros professores para dar aulas no ensino fundamental e médio. A grade curricular é composta por disciplinas como didática e pedagogia. Existe também a opção de bacharelado, que forma o profissional para trabalhar em outras áreas em que a aplicação da matemática é viável.

Pedagogia

A licenciatura em pedagogia oferece formação para os alunos atuarem como professores na educação infantil. No entanto, quem se forma nessa área pode trabalhar com pedagogia empresarial, pesquisa, direção e orientação, produção de material didático, coordenação de projetos ou programas sociais.

Física

O curso de física pode se apresentar nas modalidades de bacharel ou licenciatura. E como já falamos bastante, a diferença é que, além da estrutura básica curricular, como álgebra, cálculo e estrutura da matéria, na licenciatura, o aluno tem contato com disciplinas relacionadas à educação: história da educação, didática, entre outras.

Educação física

A licenciatura em educação física oferta ao aluno um conhecimento amplo da área da educação e da saúde. A formação oferece estudos de técnicas relacionadas ao planejamento, à prática e ao acompanhamento de exercícios físicos e modalidades esportivas. Existem disciplinas específicas para a preparação do futuro professor.

Filosofia

A graduação em filosofia fornece conhecimentos ao aluno para que, após a aquisição do diploma, possa atuar como professor. A disciplina de filosofia é obrigatória no currículo do ensino médio. Portanto, há sempre vagas para a área. O profissional formado em filosofia pode trabalhar também na área de pesquisa, por exemplo, em projetos sociais. 

Música

A licenciatura em música tem a proposta de formação de profissionais aptos para o trabalho como professores na área de educação musical básica, em instituições de ensino infantil, fundamental e médio. A formação em música permite que o profissional trabalhe também em corais, bandas e outros conjuntos musicais.

Tecnólogo

Os tecnólogos são profissionais especializados para atender a uma demanda específica do mercado de trabalho. Justamente por essa particularidade, o raio de atuação é bem mais limitado. O ingresso no mercado é consideravelmente mais rápido e objetivo. Se você gosta da área da saúde, por exemplo, pode optar por fazer o curso radiologia ou de gestão hospitalar. Conheça, a seguir, mais algumas áreas de atuação. 

Gestão de recursos humanos

O curso prepara os futuros profissionais para atuar na gestão e consolidação de políticas institucionais. O gestor de recursos humanos desempenha funções na seleção de pessoal, cargos e salários, formação, qualificação e capacitação profissional, avaliação de desempenho, rotina de pessoal, entre outros.

Gestão ambiental

A graduação em gestão ambiental apresenta um currículo com foco em questões ligadas à sustentabilidade. O profissional formado na área encontra oportunidades em organizações especializadas em projetos de gestão ambiental, empresas que precisam de consultoria ambiental, além de mineradoras, petrolíferas, entre outras.

Estética e cosmética

As disciplinas do curso preparam o aluno para atuar no campo da beleza e dos cuidados com o corpo. O aluno aprende conteúdos como: cosmetologia estética, imagem pessoal, estética corporal, capilar, facial, técnicas de massagem corporal, entre outras. O profissional pode atuar em clínicas de estética, salões de beleza ou empreender.

Design de moda

O tecnólogo de design de moda é um curso superior que capacita o profissional para desenvolver produtos para a indústria de moda. O aluno cursa disciplinas como desenho de moda, design de produto, processo criativo e história da arte. A formação oferece chance de atuação como estilista, modelista, personal stylist, figurinista, entre outras.

Gastronomia

A formação em gastronomia prepara o aluno para planejar, gerenciar e operacionalizar pratos da culinária. As disciplinas do curso abordam a história dos alimentos, os aspectos culturais, econômicos e sociais dos serviços de alimentação, métodos de segurança alimentar, planejamento e produção de cardápio. Os campos de atuação podem ser restaurantes, hotéis, lanchonetes, bufês, empresas e hospitais.

O mais importante é se preparar?

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, se você pretende ser um profissional de sucesso e sonha com uma carreira promissora, escolher um curso superior é o primeiro passo a ser dado. E, conhecendo as diferenças entre os tipos de graduação e também sabendo identificar qual a modalidade que faz mais sentido para sua vida, é chegada a hora do próximo passo: a preparação.

E é muito importante que você tenha atenção ao seguinte, independentemente do tipo de graduação que decidir ingressar, ela representa o início da sua carreira e influenciará toda a sua jornada profissional e pessoal também. Por isso, ter um cronograma de estudos é algo que não pode faltar na sua estratégia para ingressar com segurança em um curso superior. Afinal, um cronograma permite que você organize melhor o seu tempo, administre os conteúdos a serem estudados, entre outras vantagens.

Priorize a sua tranquilidade nos estudos

Com toda a certeza, você já sabe que para se sair bem no Enem ou no vestibular é preciso se preparar com antecedência. E para que essa preparação seja tranquila e produtiva, além do cronograma de estudos, manter uma rotina de estudos é muito importante. Isso porque, ao fazer dos estudos um hábito diário, seu organismo se acostuma com aquele momento em que a concentração e o foco nos estudos são necessários.

Muitos estudantes sentem certa dificuldade de concentração na hora de estudar. Se você se identifica, não se preocupe. Essa dificuldade é bastante comum, afinal, estamos cercados de vários estímulos que podem tirar o nosso foco. A boa notícia é que, usando as táticas certas, podemos nos concentrar e fazer os estudos renderem. Algo como se desconectar das redes sociais, escolher o horário que sente mais disposição para estudar, se alimentar bem e reservar um lugar tranquilo para se dedicar ao seu propósito.

Lide com a ansiedade pré-Enem

O Enem é a principal forma de ingresso em um curso de graduação. É por meio dele que o desempenho do aluno é avaliado para o acesso à educação superior. Muitos estudantes acabam ficando ansiosos por serem colocados em teste. Se você pensa da mesma forma, pode ficar tranquilo. Listamos aqui algumas orientações para driblar a ansiedade antes do Enem e garantir uma experiência positiva. Vale dar uma conferida nos seguintes pontos:

  • faça simulados ao longo do período de preparação;
  • alimente-se bem e faça exercícios físicos;
  • converse sobre seus medos;
  • busque manter a positividade;
  • não se sobrecarregue com revisões de última hora;
  • não se cobre demais.

O que vem depois da graduação?

Muitos estudantes, após concluírem a graduação, buscam se especializar na área de conhecimento em que se formaram. Os cursos de pós-graduação no Brasil se dividem em: mestrado, doutorado, especialização e aperfeiçoamento, e é necessário ter completado com sucesso a graduação.

A pós-graduação é, basicamente, um curso de especialização em alguma área relacionada ao curso superior. O mestrado busca desenvolver os conhecimentos já adquiridos no curso superior e aprofundar uma teoria em um campo específico que pode ter sido estudado na graduação. Já o doutorado é considerado um dos níveis mais altos de formação acadêmica que alguém pode atingir.

Diante de todas essas informações, podemos concluir que, seja qual for o tipo de graduação que se decida fazer, o curso superior é um diferencial relevante para quem deseja se destacar no mercado de trabalho e sonha com uma carreira de sucesso. Ou seja, a graduação, além de proporcionar um embasamento teórico, abre uma infinidade de oportunidades para quem quer se tornar um profissional competitivo.

Portanto, uma coisa é certa, independentemente dos tipos de graduação, ela vai fornecer o conhecimento básico necessário sobre a área em que você vai atuar. E a partir do conhecimento adquirido, você dará os primeiros passos que farão toda a diferença na sua vida e no seu futuro. Os desafios são muitos, mas com a orientação e as atitudes certas, é possível chegar lá.

Então, as informações deste post foram úteis para você? Aproveite e compartilhe agora mesmo com seus amigos!

Call To Action

Detalhe do Call To Action para Download do Material

Deixe uma resposta

Copy link
Powered by Social Snap

Seu futuro começa aqui

Cadastre-se já e não perca nenhuma dica!